terça-feira, setembro 01, 2009

Mãe


Todos os dias tenho saudades.
Tanto mundo por contar.
Todos os silêncios que faltaram.
A Vida e tudo à volta.
O difícil que foi.
O vazio que é.
O lugar sem a luz.
A memória que sopro para não se apagar do coração dos outros.
Para sempre nos nossos corações.

3 Comments:

Blogger Dinada said...

Querida, como ela se perpetua em ti. São impressionantemente parecidas e, do que sei da sua história, tão brilhante quanto tu...faz-se assim a vida, da dor da passagem obrigatória de gerações com perdas inevitávéis de corpos físicos mas, para sempre, com as memórias presentes que passarás da avó à Matilde e à Laura.

Tiveste uma Grande Mãe e não há Maior Benção...lembra-te disso.

Beijo Grande,

Di

5:40 da tarde, setembro 04, 2009  
Blogger Alexandra said...

És uma querida, Di...

7:18 da tarde, setembro 07, 2009  
Anonymous Jorge Schemes said...

Mãe...
Maior
Amor
Encontrado

9:47 da tarde, janeiro 04, 2010  

Enviar um comentário

<< Home